** ROTEIRO **

A visita ao Santuário de Fátima

Todo o recinto do Santuário é dominado pela Basílica cuja construção, em estilo neobarroco, se iniciou em 1928 segundo o projecto do arquitecto holandês G. Van Kriecken, vindo a ser sagrada em 1953. O altar-mor da Basílica tem um quadro que representa a Mensagem de Nossa Senhora aos Pastorinhos e os vitrais ilustram Cenas das Aparições. Nos quatro cantos da Basílica estão as estátuas dos Apóstolos do Imaculado Coração de Maria. Na Capela-mor vê-se o túmulo de D. José Alves Correia da Silva, Bispo de Leiria, e do lado nascente estão os túmulos dos Videntes já falecidos - Francisco e Jacinta Marto. O orgão monumental, datado de 1952, tem cerca de 12.000 tubos. Toda a colunata é decorada com quadros da Via Sacra, em cerâmica policromada e sobrepujada por estátuas de Santos das quais se destacam, junto ao corpo da Basílica, as dos quatro Santos portugueses - S. João de Deus, S. João de Brito, Santo António e Beato Nuno. A Capela das Aparições é considerada o coração de todo o Santuário, pois além de assinalar o local das primeiras Aparições de Nossa Senhora do Rosário aos Pastorinhos, alberga a Imagem de Nossa Senhora e foi o primeiro local de oração a ser edificado na Cova da Iria. A Azinheira Grande foi o local onde os Pastorinhos e os peregrinos rezaram o terço, antes da Segunda e da Terceira Aparição. O Monumento ao Sagrado Coração de Jesus, em pleno centro do Santuário, cobre o poço de água que aqui brotou na Última Aparição. A Cruz Alta comemora o Ano Santo Universal aqui celebrado em 1951. O Centro Pastoral Papa Paulo Vl é um importante centro de Estudos Marianos e de Congressos, e foi inaugurado pelo Papa João Paulo II, em 13 de Maio de 1982. A Via Sacra é composta por 14 Capelinhas evocativas da Paixão do Senhor. Começa na Rotunda de Santa Teresa de Ourém, passa junto ao Monumento de Valinhos que assinala o local da Quarta Aparição, a 19 de Agosto de 1917, e termina no Calvário, um pouco acima da Loca do Anjo - o sítio onde os Três Pastorinhos receberam a Primeira e a Terceira visita do Anjo, durante a Primavera e Outono de 1916. As Casas dos Pastorinhos em Aljustrel, de Lúcia e da Família Marto, conservam todo o mobiliário e objectos de uso doméstico e pessoal dos Videntes. No quintal da Casa de Lúcia situa-se o poço onde o Anjo apareccu em 1916, pela segunda vez. Ainda no Santuário pode ser visto o Monumento ao Papa Paulo VI, o Monumento ao Papa Pio XII e o Monumento a D. José Alves Correia da Silva. Na Albergaria de Nª Srª das Dores é dada toda a assistência a peregrinos.

in Folheto Turístico da Região de Turismo de Leiria


Na rota dos vinhos das Encostas D'Aire

Na rota dos vinhos das Encostas D'Aire
Na rota dos vinhos das Encostas D'Aire
Saindo de FÁTIMA pela Rotunda Sul (direcção Mira de Aire/Grutas - EN 360), volte à direita para ALJUSTREL e aí visite as Casas dos Três Pastorinhos e o Museu Etnográfico. Retome a EN 360 até BOLEIROS, seguindo à esquerda pela EN 357, para MAXIEIRA, CASAL FARTO, VALE FIGUEIRA até BAIRRO. Volte à esquerda (direcção Ourém) para SOBRAL e OUTEIRO DAS MATAS.

Em CANEIRO siga, à direita, para VILAR DE PRAZERES, optando por almoçar aqui ou em Ourém. Siga até ALBURITEL para ver os seus vinhedos, os seus moinhos e os seus panoramas. Venha pela EN 113 até OURÉM e siga, à direita pela EN 349 (direcção Alvaiázere) e 3 kms depois, volte à direita para a EN 356 indo visitar, provar e comprar os vinhos da ADEGA COOPERATIVA DE OURÉM. Regresse ao cruzamento com a EN 349 e volte à direita, para OLIVAL, logo surgindo a QUINTA DE MONTALTO, com visita e prova de vinhos sujeita a marcação. Depois de OLIVAL passe por ALDEIA NOVA e ÓBIDOS, vendo a seguir o belo vale de ESPITE. Continue pela EN 349 até MEMÓRIA, volte à esquerda pela EN 350 e, 4 kms depois, para MATAS. Siga para CERCAL e daí para as encostas vinhateiras de GONDEMARIA. Por FURADOURO e ALQUEIDAO chegará a OURÉM.

Fátima pela EN 113 e pela EN 356, virando à direita para ALQUEIDÃO e para os belos vinhedos de MOURÃ, MURTAL e FONTAINHAS, entrando em FÁTIMA.

DURACÃO: 1 Dia. DISTÂNCIA: 92 kms.

in Folheto Turístico da Região de Turismo de Leiria

Na rota dos Castelos de Ourém e das Paisagens

Na rota dos Castelos de Ourém e das Paisagens
Na rota dos Castelos de Ourém e das Paisagens
Se sair de Fátima, tome a EN 356 e a EN 113 até à Praça do Município em pleno centro de OURÉM, partindo daqui para visitar CASTELOS DE OURÉM. Desça de novo a OURÉM e siga pela EN 113 e depois pela 113-1 até SEIÇA , seguindo para Norte, pelo CM 1036, até MOSQUEIRO e pela EN 356 até CAXARIAS, onde poderá almoçar.

Em PONTES volte à esquerda para CARVOEIRA e CAVADINHA, admirando até URQUEIRA todo este belo vale. Em Urqueira volte à direita para OUTEIRO E PONTE DA AMIEIRA, voltando aí à esquerda para PEDERNEIRA E VALE DAS ANTAS. Cruze a linha férrea e vá até ESTREITO onde deve voltar à direita (direcção Albergaria dos Doze), pela EM 503, para visitar CASALINHO, CASAIS GALEGOS e SALGUEIRA DO MEIO, continuando entre belos pinhais até ao cruzamento com a EM 502. Aqui volte à direita para a vistar e conhecer RIBEIRA DO FÁRRIO. Continuando na direcção de Freixianda, volte em PERUCHA, à direita, para cruzar a Ribeira e chegar a LAGOA DO GROW, CACINHEIRA, CASAL DO RIBEIRO e CASAL DOS BERNARDOS, voltando à direita para descer até ao vistoso vale da ribeira de Caxarias. Cruze CAXARIAS e após a linha férrea volte à direita para CASAIS DE ABADIA e ir visitar a Capela da Senhora da Conceição e os Frescos do seu interior. Siga por TOMARÉIS até chegar à EN 349, voltando à direita para regressar a OURÉM.

DURACÃO: 1 Dia. DISTÂNCIA: 97 kms.

in Folheto Turístico da Região de Turismo de Leiria

Na rota do rio Nabão e do Agroal

Na rota do rio Nabão e do Agroal
Na rota do rio Nabão e do Agroal
De FÁTIMA venha pela EN 356 e pela EN 113 até ao centro da cidade de OURÉM. Siga em frente pela EN 113, voltando à esquerda para SEIÇA, junto à entrada da Quinta de Alcaidaria, pela EN 113-1 e continuando até CHÃO DE MAÇÃS, onde deve voltar à esquerda para LAMEIRINHA, BARREIRA e SOBREIRA, ao longo do fertilíssimo Vale da Ribeira de Olival.

Em SANDOEIRA, já em pleno vale da Ribeira de Caxarias, volte para RIO DE COUROS, para ver o sarcófago romano de pedra no adro da Matriz e as ruínas do forno comunitário. Siga para FREIXIANDA, onde sugerimos que almoce avistando depois o rio Nabão e a sua áspera margem direita ao longo da estrada, EM 604, até ALDEIA DE SANTA TERESA, CASAL DA SOBREIRA, RAMALHEIRA e SOALHEIRA, já em pleno vale da ribeira de Caxarias. Cruzando o rio Nabão chega-se a FORMIGAIS, uma terra dedicada à cultura do milho, do vinho e do azeite. Volte à direita e desça até PORTO VELHO, sempre a acompanhar o rio. De PALMARIA em diante as margens comprimem-se e adensa-se o arvoredo ribeirinho, correndo o rio entre altivas barreiras de arenitos. Para Sul das ESCARPAS alarga-se o leito do Nabão e após um apertado meandro surge o AGROAL, onde a água termal brota formando uma piscina natural no leito do rio Nabão. Cruze a ponte e siga em frente até chegar à EN 113 para chegar a OURÉM.

DURAÇÃO: 1 Dia. DISTÂNCIA: 95 kms.

in Folheto Turístico da Região de Turismo de Leiria

[ECOS DO RIBATEJO] [HOME]
[História] [Geografia] [Localização] [Património] [Caracterização] [Economia]
[A visitar] [Roteiro] [Agenda] [Notícias] [Outras Informações]
Contacte a CMO
Contacte a CMO

Concepção e realização de
Ecos do Ribatejo