HOME
Câmara Municipal de Santarém
Monumentos - Igreja de Santo Estêvão (Santo Milagre)
História e Geografia
População
Roteiros
Agenda
Notícias
Candidatura a Património Mundial
Outras Informações
Ecos do Ribatejo
 

Igreja de Santo Estêvão (Santo Milagre)
Igreja de Santo Estêvão (Santo Milagre)

Templo de raiz românica, de três naves com colunas toscanas, foi profundamente remodelado no séc. XVI. Com fachada renascentista (algo incaracterística) tem como elementos mais salientes os azulejos, os arcos das capelas absidaiseum coruchéupiramidalazulejadosaliente da capela-mor.

História do Santíssimo Milagre de Santarém
Largo do Milagre
Freguesia de Marvila
M.N., Decreto N.9 3027 de 14-3-1917
Z.E.P., D.G., 2.ª Série, N.2 7 de 9-1-1947

in Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado
Edição promovida pelo IPPAR, 1993

   

Separador

História do Santíssimo Milagre de Santarém


Corria o ano de 1247, segundo uns cronistas, ou o de 1266, segundo outros.

Em Santarém, hoje cidade e então vila de Portugal, vivia uma pobre mulher, a quem o marido muito ofendia, andando desencaminhado com outra.

Cansada de sofrer, foi pedir a uma bruxa judia que, com os seus feitiços, desse fim à sua triste sorte.

Prometeu-lhe esta remédio eficaz, para o que necessitava uma Hóstia Consagrada. Depois de naturais hesitações, consentiu no sacrilégio a pobre mulher; foi à Igreja de Santo Estêvão, confessou-se e pediu Comunhão. Recebida a Sagrada Partícula, com suma cautela a tirou da boca, embrulhando-a no véu. Saiu prestes, da Igreja, e encaminhou-se para a casa da feiticeira. Mas, então, sem que ela o notasse, do véu começou a escorrer Sangue, que, visto por várias pessoas, as levou a perguntar à infeliz que ferimentos tinha, que tanto sangue jorravam. Confusa em extremo, corre logo para casa, e encerra a Hóstia Miraculosa numa das suas arcas.

Passou o dia, entretanto, e, à tarde, voltou o marido. Alta noite, acordam os dois, e vêem a casa toda resplandecente. Da arca saíam misteriosos raios de luz. Inteirado o homem do acto pecaminoso da mulher, de joelhos, passaram o resto da noite, em adoração. Mal rompeu o dia, foi o pároco informado do prodígio sobrenatural. Espalhado o sucesso, meia Santarém acorreu pressurosa a contemplar o Milagre.

A Sagrada Partícula foi então levada, processionalmente, para a Igreja de Santo Estêvão, onde ficou conservada dentro duma espécie de custódia feita de cera.
Mas, passado tempo, ao abrir-se o sacrário para expor à adoração dos fiéis, como era costume, o Santo Milagre, encontrou-se a cera feita em pedaços, e, com espanto, se viu estar a Sagrada Partícula encerrada numa âmbula de cristal, miracuiosamente aparecido.

Esta pequena âmbula foi colocada numa custódia de prata dourada onde ainda hoje se encontra.
Santo Estêvão é agora a Igreja do Santíssimo Milagre.


(Com a aprovação da Autoridade Eclesiástica)

   

Separador
[Home] [História e Geografia] [População] [Monumentos] [Roteiro] [Agenda] [Notícias]
[
Candidatura a Património Mundial] [Outras informações] [Ecos do Ribatejo]

Contacte a Câmara Municipal de Santarém
Contacte a CMS
Concepção e realização de
Ecos do Ribatejo